Tratamento físico – a filtração

  • Como devo programar o relógio do quadro de comando da filtração?

Admitindo que o conjunto filtro/bomba da sua piscina tem as dimensões corretas, a programação das horas de filtragem deve seguir uma regra muito simples: as horas de filtração devem ser metade do valor da temperatura da água.

É evidente que na programação deve ser tida em conta uma eventual utilização intensiva da piscina. Ou seja, quanto mais utilizadores, maior deve ser a quantidade de horas selecionadas. Algo que só a experiência e o bom senso irão determinar.

  • Para que serve a lavagem do filtro e quando devo fazê-la?

O procedimento de lavagem (“Backwash”) tem como objetivo retirar todas as impurezas acumuladas na areia durante o processo de filtragem. Nesta posição da válvula seletora, a água percorre o caminho contrário à filtração, efetuando a limpeza da areia e rejeitando a água suja para o esgoto.

Seguidamente à lavagem, deve ser feito o enxaguamento (“Rinse”) durante alguns segundos. Neste período de tempo, a água percorre o caminho igual ao da filtração e efetua a limpeza dos vestígios de água suja e compacta a areia no sentido da filtragem. Esta água é rejeitada para o esgoto. É importante lembrar-se que só se deve mexer na válvula seletora com a bomba desligada.

O filtro deve ser lavado com frequência e após a aspiração da piscina, ou sempre que o manómetro de pressão do filtro esteja acima da pressão normal de serviço.

Tenha em atenção que após as lavagens do filtro, o nível de água na piscina vai baixar um pouco, entre 3 e 5 cm, dependendo do tempo da lavagem e/ou da dimensão do espelho de água.

No verão há sempre uma evaporação que pode corresponder a 3/4 cm por semana. Reponha o nível de água, de modo a que este fique sempre a meio da boca do skimmer (opção “Ladrão”) – o que corresponde a sensivelmente à altura do esgoto.

Tratamento químico – a desinfeção e o equilíbrio da água

  • Como é uma água quimicamente equilibrada e bem tratada?

Uma água diz-se quimicamente equilibrada quando apresenta um pH entre 7,2 e 7,4, uma alcalinidade total entre os 100 e 150 ppm (parte por milhão) e uma dureza total entre os 150 e 300 ppm.

Uma água equilibrada deve estar quimicamente bem tratada quando apresenta um teor de cloro (o oxidante mais usual na desinfeção) residual livre entre os 0,5 e 2,0 ppm, e o seu pH não seja superior a 7,4. Conjuntamente com estes valores, o teor de cloraminas não deve exceder os 0,5 ppm e o ácido cianúrico (estabilizador) os 75 ppm.

  • O que é o pH e porque este parâmetro é tão importante?

O que é o pH?

O valor do pH indica se a água é ácida ou alcalina, e em que grau. A escala varia de 0 a 14.

  • O pH da água é neutro quando ronda um valor perto dos 7.
  • Diz-se que o pH de uma água é ácido quando o seu valor é inferior a 7.
  • Diz-se que o pH de uma água é alcalino quando o seu valor é superior a 7.

Porque é tão importante?

Este parâmetro é importante, porque o nosso corpo é sensível ao pH da água. Por exemplo: o valor de pH do líquido do olho humano é de 7,4, um valor que seja mais baixo vai irritar os olhos e seca a pele.

Por outro lado, os valores de pH afetam o poder de desinfeção da água: um pH elevado neutraliza o poder desinfetante do cloro e um pH demasiadamente baixo consome o cloro rapidamente.

Outro aspeto importante a ter em conta, é o facto do pH elevado tornar a água turva e favorecer a incrustação do calcário, enquanto o pH baixo favorece a corrosão dos metais (ex: escadas de inox).

 

Trate a sua piscina e não ponha em risco a sua saúde. Conheça os nossos equipamentos automáticos para o tratamento da mesma, aqui.

Facebook
Facebook
YOUTUBE