Uma piscina, qualquer que ela seja (exceto piscinas de competição), deve ter uma zona de lazer. Uma zona menos profunda, onde todos têm pé e que todos podem desfrutar.

Se recordarmos as nossas experiências em piscinas, rapidamente perceberemos que passamos mais tempo na zona menos profunda. E porquê? Porque é aí que brincamos, é aí que jogamos, é aí que desfrutamos verdadeiramente do melhor que uma piscina nos tem para oferecer…

Essa zona de lazer deverá pois ser tanto mais generosa quanto maior for a piscina. É nesse espaço que se surgem as escadarias interiores, as zonas de “praia”, os bancos, as hidromassagens, as cascatas, os canhões de água e outros jogos aquáticos.

O dimensionamento da zona menos profunda deve ser feito com proporcionalidade em relação à zona mais profunda e à zona em rampa que a precede. Falamos, portanto, de três zonas distintas e bem delimitadas, mas em harmonia de espaço.

Esta é a forma mais comum na definição do fundo de uma piscina porque, de facto, uma piscina cujo o fundo é uma rampa contínua é pouco confortável, sobretudo se a inclinação for muito pronunciada.

Por questões de conforto e segurança dos banhistas, as rampas nas piscinas não devem ser muito acentuadas, principalmente se a piscina for de pequenas dimensões. Isso consegue-se evitando grandes diferenças de quota entre a zona menos profunda e a mais profunda.

Uma outra forma de definir o fundo é fazê-lo plano. E são várias as razões para quem faz essa opção:

  • menos custo de construção,
  • menor custo de revestimento,
  • menos volume de água,
  • menos gasto em produtos químicos,
  • menor custo de energia a filtrar e/ou a aquecer,
  • maior aproveitamento espacial da piscina.

E como se mergulha nessas piscinas? Simples: para a frente, em comprimento, não em profundidade.

Longe vai o tempo das piscinas demasiado fundas, com trampolins para mergulhos. Hoje os proprietários dessas piscinas renovam-nas e, habitualmente, um dos principais objetivos, a par da melhoria e ampliação da zona de lazer da piscina, é subir o fundo.

Se quiser saber mais sobre como remodelar ou fazer a sua piscina, fale connosco.

Facebook
Facebook
YOUTUBE